Skip directly to content

Com venda de bombons, amigas ajudam jovem vítima de acidente

Catarina continua internada em coma, mas  já saiu do Centro de Tratamento Intensivo (CTI), nesta quarta-feira (21), e foi para o quarto no setor neurológico do Hospital.
Duas jovens, amigas de Catarina Mantovan, 19 anos, que sofreu acidente no último dia 2 de agosto na Avenida Ceará, tiveram a iniciativa de arrecadar dinheiro para ajudar no tratamento da amiga que está internada na Santa Casa em Campo Grande, desde o dia do acidente.
 
Geovanna Oliveira e Letícia Lira, ambas com 19 anos, conheceram Catarina na escola. Geovanna a amiga mais antiga ficou sabendo do acidente por um colega, desde então preocupada com a amiga,  resolveu tomar uma iniciativa com apoio da sua mãe, Vera Oliveira, e com a ajuda da amiga Leticia começaram a confeccionar bombons para arrecadar dinheiro para o tratamento de Catarina.
 
A jovem conta que estava no hospital visitando a amiga e pensando em uma forma de arrecadar dinheiro ela viu uma senhora vendendo os doces, e como a mãe sempre fez ela decidiu pegar parte do dinheiro de seu acerto, do emprego em um escritório de contabilidade, e comprou os primeiros materiais para começar.
 
Gee Oliveira, Letícia Lira e Catarina mantovan 
 
“Peguei parte do meu acerto e comprei duas barras de chocolate, formas e embalagens. Começamos a vender na segunda-feira (12) desde então as encomendas só tem aumentado”, conta Geovanna.
 
Geovanna e Letícia são universitárias e começaram a vender os bombons na sala de aula, hoje elas vendem cerca de 200 bombons por dia a R$ 1. Com o dinheiro elas conseguiram comprar um colchão especial ortopédico para Catarina no valor de R$ 150.
 
“Contamos com ajuda de familiares e amigos as encomendas aumentam todos os dias ainda mais quando sabem que é para ajudar nossa amiga Catarina”, diz a jovem.
 
 
Além dos bombons as amigas estão rifando uma cesta recheada de chocolate, bombons, doces, biscoitos e um urso de pelúcia no valor de R$ 5.
 
As amigas usam todo dinheiro para comprar mais materiais e para custear no tratamento que Catarina terá que fazer quando receber alta com remédios, necessidades higiênicas e fisioterapias.
 
Geovanna faz um apelo quem puder doar parte ou integral dos materiais e encomendar bombons pode entrar em contato com a jovem pelo número 9232 2115.
 
Catarina continua internada em coma, mas  já saiu do Centro de Tratamento Intensivo (CTI), nesta quarta-feira (21), e foi para o quarto no setor neurológico do Hospital.
 
com informações karina borges MIDIAMS